Um inferno no paraíso..

 

Um dia o sol está brilhando, com toda a sua imponência.

Ai você dorme, crendo que no outro dia o sol brilhará como sempre...

Doce ilusão, não se sabe porque, ele simplesmente deixa de brilhar.

O mundo que até ontem era cheio de esperança, já não é tão cheio de esperança assim.

Sem nenhum indicio você é acometido por uma dor insuportável e nada mais faz sentido.

O mundo se torna cinza, sem qualquer outra cor.

Até mesmo o fato de respirar se torna difícil, cansativo.

é tão duro caminhar, olhar para cima, e andar, sorrir..... coisas tão simples, que se tornam quase impossíveis.

Já ouvi muito que depressão é coisa de quem não tem o que fazer.

UM ABSURDO!!!!

O momento em que fui acometida por esta doença, foi o momento da minha vida em que mais tinha o que fazer.... acabava de me tornar mãe.

Por inexperiência ou por negação não sei, não entendia o que me acontecia, foi duro aceitar, e mais duro confessar aos outros em voz alta.

Minha voz chegava a faltar, palavras não vonham, o volume da voz ia diminuindo gradativamente, e a minha garganta? Nossa esta chegava a queimar e a sentia queimar.

Os dias que se seguiram até eu entender o que estava acontecendo, esta dor, esta falta de ânimo, esta falta de fé na vida, a perca da esperança, a falta de vida..... e contar para alguém, ufaaaa...... foi praticamente um outro parto.

Porém o primeiro me trouxe o amor da minha humanidade, e foi desejado, já o segundo, veio com uma dor, uma amargura, que até mesmo neste momento em que stou escrevendo isso, três anos depois do ocorrido... me amargura o coração, e a garganta volta a sentir aquele sabor amargo.

Depois do inicio do tratamento e de um longo tempo até uma recuparação quase completa, não pensei que fosse tão dificil expor aqueles momentos com vocês.

Porém é bom expor as dores, as frustrações paratodos saberem, VOCÊS NÃO ESTÃO SOZINHOS!

Qualquer um está propenso a passar por uma situação como esta.

Mas digo a luz do fim túnel, ela existe!!!!

A luz no fim do túnel existe!